Cultura, Natureza, Futuro
Cultura, Natureza, Futuro
Cultura, Natureza, Futuro
Cultura, Natureza, Futuro
Cultura, Natureza, Futuro
Cultura, Natureza, Futuro

Notícias

Destaques

A APCOR é a associação patronal do setor corticeiro que representa, promove, divulga e investiga a indústria da cortiça portuguesa. Foi criada em 1956 e está sedeada em Santa Maria de Lamas, concelho de Santa Maria da Feira, no coração da indústria da cortiça, a cerca de 30 quilómetros do Porto, a segunda maior cidade do País. Todas as empresas que se dediquem à produção, comercialização ou exportação de produtos de cortiça podem ser suas associadas.

Diretório

A APCOR tem várias empresas associadas que poderá consultar nesta página. São unidades industriais que transformam a cortiça em vários produtos.

Corkplace

O corkplace é um espaço para a promoção de negócios com as empresas do setor da cortiça e associadas da APCOR. Com esta plataforma, a APCOR pretende facilitar o acesso e resposta à procura dos diversos produtos de cortiça junto das empresas associadas.

Testemunhos

  • “(…) uma decisão, aparentemente simples, tomada por vários produtores de vinho como a de usar vedantes sintéticos em vez de rolhas de cortiça natural tem um impacto a longo prazo. Entender a razão pela qual alguém quer encontrar um tampão feio e sintético no gargalo de uma garrafa, é algo que me ultrapassa. No entanto, esta prática está a causar graves alterações nos montados em Portugal e Espanha”

    Charles Philip Arthur George
    Charles Philip Arthur GeorgePríncipe de Gales
  • “A rolha de cortiça é um produto que elevou Portugal à categoria de líder mundial do setor e, portanto, deve ser promovido por todos os portugueses”

    José Mourinho
    José MourinhoTreinador de futebol
  • “É um material natural de qualidades únicas. A sua aplicação e pesquisa sobre as suas possibilidades encontram hoje uma expetativa muito favorável, recuperando e ampliando a apetência de décadas atrás”

    Siza Vieira
    Siza Vieira Arquiteto
  • “O Montado é a ‘floresta tropical’ de Portugal e um dos mais importantes habitats da Europa. Preserva cultura rural antiga que coexiste na perfeição com a natureza, mas que só sobreviverá se a cortiça mantiver o seu valor como produto internacional. (…) cada vez que tirarem uma rolha de uma garrafa, irão ouvir sempre na sua mente o som ritmado do descortiçamento ou a melodia de um pássaro a ecoar. Um sabor único para um copo de vinho”

    Paul Morrison
    Paul MorrisonProdutor
  • “A cortiça é produzida para e pelo bem-estar de uma significativa comunidade na Europa. Enquanto seres humanos, temos a obrigação de assegurar a subsistência e a continuidade da vida dessas comunidades sempre e onde quer que seja possível, especialmente quando se trata de um produto autossustentável. A cortiça é humana. É parte de nós e nós somos parte dela”

    Lord David Puttnam of Queensgate
    Lord David Puttnam of Queensgate Produtor de cinema e político
  • “A desflorestação causa mais aquecimento global do que todos os carros, camiões, autocarros, aviões e barcos existentes na Terra. A floresta de sobreiro da região do Mediterrâneo é uma das mais ricas do mundo em termos biológicos e não são cortadas árvores na produção de cortiça. (…) Descortiçar os sobreiros de forma sustentável preserva empregos e demove a utilização de alternativas à base de combustíveis fósseis”

    Allen Hershkowitz
    Allen HershkowitzCientista
  • “Comecei a utilizar a cortiça em 2003 e descobri que este fantástico material tinha um potencial superior. É fácil de limpar, saudável, natural, acolhedor e bonito. Além disso, as pessoas começam a estar mais atentas aos materiais naturais e a ficarem cansadas do plástico brilhante. A cortiça é ideal!!! É totalmente não tóxica, resistente ao bolor e impermeável”

    Daniel Michalik
    Daniel Michalik Designer de mobiliário
  • “O pavimento de cortiça é o ideal para quem procura beleza, conforto, durabilidade e sustentabilidade. É dos poucos que é 100% sustentável. Adoro a sua versatilidade. É suave, confortável, quente, tem propriedades isolantes, nomeadamente do ruído, é hipoalergénico, resistente ao bolor e impermeável. Por isso, pode ser aplicado em qualquer divisão da casa”

    Candice Olson
    Candice OlsonDesigner de interiores
  • “Chegámos a usar alguns vedantes sintéticos e até de alumínio, mas ao evoluirmos para um negócio mais sustentável decidimos voltar à rolha de cortiça 100% natural. É um ótimo vedante e o facto de ser um produto natural foi uma das principais razões para a nossa escolha”

    Steve Rued
    Steve Rued Rutherford Wine Co.
  • "A cortiça revelou ser um material com muitos pontos fortes, incluindo ser sustentável, leve e resistente."

    Alexandre Farto (Vhils)
    Alexandre Farto (Vhils) Artista
  • “O sobreiro é uma imagem poderosa de resistência e de força. Essas são caraterísticas essenciais do país em que acredito”

    José Luís Peixoto
    José Luís Peixoto Escritor
  • “Não faz sentido hoje optar-se por vedantes sintéticos ou cápsulas quando existe um vedante natural, biodegradável e amigo do ambiente, como é o caso da cortiça”

    Frederico Martins
    Frederico Martins Fotógrafo de moda
  • “A fileira da cortiça tem contribuído para o sustentar do bom resultado global das exportações portuguesas."

    Pires de Lima
    Pires de Lima Ministro da Economia
  • “A cortiça é sem dúvida um dos mais extraordinários produtos da natureza.”

    Assunção Cristas
    Assunção Cristas Ministra da Agricultura e do Mar
  • “Elaboramos cava com mais de 150 anos e ele é vedado com rolha de cortiça, evidentemente. O seu uso é indiscutível. O comportamento da cortiça é muito melhor, a sua lenta permeabilidade favorece a ‘crianza’ e a evolução do cava.”

    Josep Buján
    Josep Buján Director Técnico da Freixenet
  • “A cortiça é o único vedante que garante o futuro dos meus vinhos.” “Quando falamos de cavas em que o peso histórico é importante, em que o envelhecimento é fundamental, em que o vinho será consumido dentro de 100 anos, a única referência com este peso histórico é a cortiça. Cortiça é tradição, hermeticidade e perfeição.”

    Javier Ausás
    Javier Ausás Director Técnico e Enólogo das Bodegas Veja Sicilia
  • “A cortiça é o companheiro perfeito para o cava e para o vinho”

    Ton Mata
    Ton Mata Director de Cavas Recaredo
  • “A cortiça é em primeiro lugar o orgulho da adega. Quando abrimos a garrafa é uma imagem que transmitimos ao consumidor. A cortiça é um produto natural e sustentável, de momento, não vejo alternativa à cortiça natural.”

    Peter Sissek
    Peter Sissek Proprietário e enólogo da Dominio de Pingus
  • “A cortiça e o sobreiro são um precioso património cultural, ambiental e económico, e sinónimo de excelência. Na minha profissão procuro sempre a máxima qualidade e é por isso que eu apoio a cortiça e assumo o papel de seu embaixador em Itália.”

    Carlo Cracco
    Carlo Cracco Chef
  • “Simplesmente fantástico o mundo da cortiça! Do respeito total à natureza até à mesa do consumidor final, este material tem uma força ativa e forte colaboração na preservação das qualidades de um vinho. Do montado à mesa, uma viagem onde todo o cuidado é perseguido e praticado, a cortiça é trabalhada de forma ecologicamente correta além de ser cem por cento aproveitada.”

    Carlos Cabral
    Carlos Cabral Enófilo e consultor de vinhos do Grupo Pão de Açúcar
  • “A cortiça é um material excelente para trabalhar, porque é flexível, leve, macia, qualidades imprescindíveis para um designer têxtil.”

    Yemi Awosile
    Yemi AwosileDesigner têxtil
  • “Sobretudo  para os tintos de excelência, para guardar, é absolutamente impensável utilizar uma rolha que não seja de cortiça natural.”

    David Baverstock
    David Baverstock Enólogo e Diretor Técnico da Herdade do Esporão
  • “A cortiça já faz parte dos valores subjacentes a qualquer grande vinho: tradição, longevidade, uma estética apurada do rótulo e da embalagem e até o ritual de abertura.”

    Susana Esteban
    Susana Esteban Enóloga
  • “A rolha de cortiça é o melhor vedante que existe e, além do mais, é um produto natural que vai ao encontro das nossas preocupações pelo meio-ambiente.”

    Francisco Ferreira
    Francisco Ferreira Quinta do Vallado
  • “É durante o longo período de maturação em garrafa, enquanto se esperava que o vinho evoluísse e ganhasse essa complexidade excecional, que o papel da rolha ganha preponderância, revelando-se extraordinariamente importante.”

    José Maria Soares Franco
    José Maria Soares FrancoGestvinus
  • "No Vinho do Porto sempre se utilizou rolha de cortiça. Que eu saiba, ainda hoje não se utiliza outro tipo de vedante. Quando o consumidor descobre que um vinho não tem rolha de cortiça, acha estranho e desconfia da qualidade".

    Peter Symington
    Peter Symington Grupo Symington
  • "Obviamente, a rolha de cortiça é importante porque conserva o vinho dentro da garrafa. Mais especificamente, em vinhos clássicos classificados para envelhecimento, como é o caso do "Vintage Port", a rolha é fundamental, pois deixa o vinho evolucionar e respirar nas melhores condições.”

    George Sandeman
    George Sandeman Adminsitração Sogrape Vinhos
  • "A rolha faz parte do envelhecimento do vinho e o vintage tem que envelhecer."

    David Bruce Guimaraens
    David Bruce Guimaraens Diretor Técnico e enólogo Taylor's
  • “Ao princípio dos anos 90, num jantar servi um vinho suíço novo que pretendia ser 'sério' e bom. No entanto, não era muito sério, e tinha um cheiro estranho. Várias pessoas insistiam que o vinho teria rolha... Depois de deixar a discussão culminar, apresentei-lhes a realidade: o vinho tinha um screwcap."

    Dirk van der Niepoort
    Dirk van der Niepoort Produtor
  • “Só utilizo rolhas de cortiça natural nos meus vinhos de gama alta, tintos ou brancos.”

    José Neiva Correia
    José Neiva Correia Enólgo da DFJ Vinhos
  • “Não há produto nenhum que tenha a elasticidade, a memória elástica e os atributos únicos que a cortiça possui. Por outro lado, há todo um ritual à volta da abertura de um vinho de qualidade que é impensável ser reproduzido com uma cápsula com rosca de alumínio ou com um vedante sintético.”

    Anselmo Mendes
    Anselmo Mendes Enólogo
Contacte-nos

Não legível? Mude o texto. captcha txt

Começe a escrever e pressione Enter para procurar