Cortiça junta-se à harmonização a copo

Home / / Cortiça junta-se à harmonização a copo

Diario Económico

A Associação Portuguesa da Cortiça (Apcor) junta-se à AliveTaste e à ViniPortugal na iniciativa laboratórios de “harmonização a copo”.

Esta actividade visa a melhoria do serviço de vinho na restauração e a boa articulação entre menus e cartas de vinho. A associação da Apcor e da cortiça aos laboratórios surge de forma natural, tal como a relação entre a gastronomia e o vinho. “A cortiça é e deve ser indissociável da experiência de provar o vinho e estar presente aquando da degustação dos sabores que a gastronomia portuguesa pode proporcionar”, refere o presidente da Apcor, João Rui Ferreira.

O primeiro encontro que reuniu as três entidades teve lugar na passada sexta-feira, no restaurante Rib Beef and Wine, do Pestana Vintage Porto Hotel. O Chef Nuno Martins preparou um almoço vínico com harmonização recorrendo a vinhos nacionais. Em todas as sessões, a degustação é composta por sugestões dos restaurantes, pratos e respetivas harmonizações a copo, que devem obrigatoriamente constar das cartas. As mesas são sempre compostas de um painel que integra Mário Rodrigues, como organizador da iniciativa, um representante da ViniPortugal e outro da Apcor e mais dois convidados que são de diversas áreas como, jornalistas, académicos, empresários, enólogos, gestores ou líderes de opinião.

O almoço no Rib Beef and Wine assinalou, ainda, o arranque da iniciativa laboratórios “Harmonização a copo” em 2016 e que irá abranger dez novos restaurantes nacionais, designadamente seis no Porto e quatro em Lisboa.

Em 2015 realizaram-se oito laboratórios no Porto, nos seguintes restaurantes: Teatro, Astória, Terrella, Pousada do Freixo, Boa Nova, Gaveto, Ferrugem e Quarenta e Quatro – concluindo o ano com um balanço muito positivo. No corrente ano, a iniciativa continuará focada na sensibilização dos restaurantes para a valorização do vinho nacional e da mais-valia da harmonização a copo, assim como dos convidados que integraram os diversos painéis. Terá, ainda, o objetivo de promover a auscultação do mercado, possibilitando a análise das fragilidades e os pontos fortes existentes.

Com a entrada da cortiça ficou ainda mais fortalecido o papel pedagógico da iniciativa no que concerne ao serviço de vinhos, à importância da correcta construção da carta de vinhos, à sistematização das harmonizações, à boa cozinha e à melhoria dos serviços em termos gerais. Neste sentido, a cortiça passará a ter um lugar nestes restaurantes na medida em que será disponibilizada informação sobre este material aos consumidores e, ao mesmo tempo, é possível sensibilizar os profissionais do vinho para tudo aquilo que ela representa para o mundo vitivinícola, mas também para o país enquanto símbolo da identidade nacional. Para ser possível a sensibilização destes profissionais, a Apcor criou materiais de informação que serão distribuídos por todos os espaços envolvidos nos laboratórios como folhetos, kit’s com rolhas e manuais técnicos.

No sítio da AliveTaste disponível em http://alivetaste.com/ pode consultar artigos de enólogos, produtores entre outros profissionais do vinho que demonstram o interesse da iniciativa, bem como informação sobre os diferentes restaurantes onde a “harmonização a copo” já foi implementada.

info@apcor.pt

Contacte-nos

Não legível? Mude o texto. captcha txt

Começe a escrever e pressione Enter para procurar