Certificação Florestal

Home / Montado / Certificação Florestal

Certificação florestal é o garante do futuro

A certificação da gestão florestal é um mecanismo que visa assegurar a gestão sustentada dos ecossistemas florestais através do cumprimento de standards de gestão que cumprem critérios ambientais e socioeconómicos.

Os dois principais sistemas de certificação florestal são o Program for Endorsment of Forest Certification (PEFC) e o Forest Stewardship Council (FSC) que em Portugal cobrem respetivamente 253 mil e 350 mil hectares da área florestal.

Em Portugal, as principais Associações de Produtores Florestais em área de montado de sobro estão certificados pelo sistema FSC. Em Portugal, Espanha e Itália cerca de 150 mil hectares de montado estão certificados pelo sistema FSC, sendo que destes mais de 100 mil hectares estão localizados em Portugal.

Certifica +

O Projeto Certifica + surge precisamente para sensibilizar para a importância da certificação florestal e facilitar esse processo, tornando-o mais simples e acessível. É uma mais-valia para toda a cadeia de valor, desde a floresta à indústria, salvaguardando os princípios de sustentabilidade ambiental, social e económica

Organizações ambientais nacionais e internacionais

  • A Liga para a Proteção da Natureza (LPN) é uma Organização Não Governamental de Ambiente (ONG). Fundada em 1948, orgulha-se de ser a mais antiga associação ambiental da Península Ibérica. É uma associação sem fins lucrativos e com estatuto de utilidade pública. Tem como objetivo principal contribuir para a conservação do património natural, da diversidade das espécies e dos ecossistemas.
  • A Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza é uma Organização Não Governamental (ONG) de Ambiente, foi fundada em 1985 e tem sido extremamente interventiva em Portugal.
  • A Sociedade Portuguesa para o Estudos das Aves (SPEA) é uma associação científica sem fins lucrativos que promove o estudo e a conservação das aves em Portugal.
  • SOS Lynx é uma organização sem fins lucrativos que protege o lince ibérico, um dos habitantes dos montados de sobro mais ameaçado e em vias de extinção.
  • A RSPB é uma associação ambientalista inglesa, de caridade e sem fins lucrativos, que se dedica à proteção de aves e do seu habitat natural.
  • A World Wildlife Fund (WWF) é uma das maiores e mais respeitadas redes independentes de conservação da natureza. Criada há quarenta anos, agrega cinco milhões de associados e desenvolve atividades em 90 países. Missão? Deter a degradação do meio ambiente planetário e construir um futuro no qual os seres humanos vivam em harmonia com a natureza. Desde 1995, a WWF investiu qualquer coisa como 1,165 milhões de dólares para levar a cabo 11 mil projetos em 130 países.
  • A Greenpeace é provavelmente a mais conhecida organização ambiental do mundo. Sendo também uma organização sem fins lucrativos, está presente em 40 países e orgulha-se da sua independência face a governos e grandes multinacionais de quem nunca aceita doações. Extremamente interventivos, tanto fazem campanha pelo fim da caça à baleia ou das alterações climáticas, como pela abolição da engenharia genética.
  • A NABU é uma associação com 406 mil membros, 1500 grupos locais espalhados por toda a Alemanha e 25 mil voluntários. É uma organização sem fins lucrativos e que visa a conservação da natureza e a proteção do ambiente, focalizada, essencialmente, nas aves. A NABU tem uma iniciativa denominada “Korkampagne” que visa a recolha de rolhas de cortiça em Hamburgo.
Contacte-nos

Não legível? Mude o texto. captcha txt

Começe a escrever e pressione Enter para procurar