Ministério da Economia e Inovação lança medidas para revitalizar o sector

Home / / Ministério da Economia e Inovação lança medidas para revitalizar o sector
  • Linha de apoio de 100 Milhões de Euros para financiamento das empresas
  • 21 Milhões de Euros para promoção internacional da cortiça  
A Associação Portuguesa de Cortiça (Apcor) e o Ministério da Economia e Inovação (MEI) assinam o Plano de Apoio à Industria da Cortiça (PAIC) com vista ao desenvolvimento de medidas concretas, de natureza conjuntural e estrutural, e que permitam a revitalização da Indústria da Cortiça face ao actual contexto do mercado e à crise mundial.
 
O PAIC assenta em 4 eixos de intervenção a saber: Eixo 1 – Apoio ao Financiamento; Eixo 2 – Apoio à exportação e promoção externa; Eixo 3 – Ajustamento ao perfil industrial e tecnológico do sector; e Eixo 4 – Estímulo ao emprego e à sua melhor qualificação.
 
De entre elas destaca-se a criação de uma Linha de Apoio ao sector da cortiça no valor de 100 Milhões de Euros, destinada a apoiar o financiamento das empresas; a flexibilização dos sistemas de incentivos às empresa no QREN com a introdução de adaptações temporárias aos regulamentos dos sistemas de incentivos às empresas do Programa Operacional Factores de Competitividade do QREN para que estes instrumentos funcionem de forma mais ajustada à situação económica actual; aumento dos limites dos apoios concedidos relativo aos auxílios de Minimis, de 200 mil Euros para 500 mil euros por empresa, durante um período de três exercícios financeiros; reforço dos instrumentos de Capital de Risco em 125 Milhões de Euros, através do qual será possível uma dotação adicional de 75 milhões de euros para a Inovcapital com o objectivo de capitalizar as PME nacionais exportadoras e de base tecnológica que necessitam de reforço de capitais próprios para expansão das suas actividades e modernização ou lançamento de novas unidades; criação de um novo fundo de Investimento Imobiliário com uma dotação de 100 Milhões de Euros, vocacionado para a aquisição de imóveis integrados no património de empresas como forma de dotação destas mesmas empresas de recursos financeiros imediatos.
 
Ao nível externo, destaca-se a criação de uma Linha de Seguro de Créditos no valor global de 1.000 Milhões de Euros para reforçar os mecanismos de seguro de créditos à exportação, permitindo às empresas beneficiar de uma cobertura adicional de risco de crédito para transacções comerciais para países da OCDE; criação de uma Linha de Seguro de Crédito no valor global de 1.000 Milhões de Euros criada pelo Estado para cobertura de riscos comerciais de exportações para clientes em países da OCDE; criação de uma Linha de Seguro de Créditos à Exportação no valor global de 1.000 Milhões de Euros, totalmente garantidos pelo Estado e disponibilizada através da COSEC, para cobertura de riscos de crédito de natureza comercial e política de operações de exportação de bens e serviços para países fora da OCDE, bem como a Turquia e o México.
 
No que diz respeito à promoção da cortiça destaca-se duas medidas de apoio e que visam a realização de uma campanha, de 2009 a 2011, de promoção do Produto Rolha de Cortiça junto dos principais mercados internacionais, com o valor de 15 Milhões de Euros; e de campanha de promoção dos Materiais de Construção e Decoração à base de Cortiça nos mercados internacionais, orçamentada em 6 Milhões de Euros.
 
 
 
Para mais informações, contacte, por favor:
Joaquim Lima
Director Geral
Tel. 227 474 040
Tel. 918 101 882
E-mail: realcork@apcor.pt
www.apcor.pt
Contacte-nos

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search