Novos perfis profissionais no setor da cortiça

Home / / Novos perfis profissionais no setor da cortiça

Diario Económico

O Centro de Formação Profissional da Indústria de Cortiça (Cincork) continua atento à evolução manifestada pelo setor da cortiça, correspondendo com a criação de dois novos perfis profissionais de nível 4 e respetivos referenciais de formação, designadamente “Técnico/a de Preparação de Cortiça” e “Técnico/a Industrial de Rolhas de Cortiça”, publicados no Boletim do Trabalho e Emprego (BTE) Nº 23 de 2015-06-22, e que desde essa data passaram a integrar o Catálogo Nacional de Qualificações.

Tendo em consideração a implementação do ensino secundário como escolaridade mínima obrigatória, os requisitos das empresas relativamente às qualificações escolares e profissionais dos recursos humanos integrados ou a integrar na organização, as atualizações tecnológicas e os elevados padrões de exigência dos processos produtivos, tornou-se também prioritária a necessidade de fazer progredir os perfis e referenciais de formação para a área da cortiça.

Saliente-se que os dois novos referenciais de formação permitirão a obtenção de uma dupla certificação, escolar de nível de secundário e profissional, conferindo o nível de qualificação 4 do Quadro Nacional de Qualificações e do Quadro Europeu de Qualificações.

A saída profissional de “Técnico/a de Preparação de Cortiça” tem como objetivo programar, organizar, executar e controlar a seleção e preparação da cortiça, de acordo com as especificações técnicas e normas de boas práticas aplicáveis.

O perfil de “Técnico/a Industrial de Rolhas de Cortiça” visa controlar, orientar e executar os trabalhos na área da transformação, da granulação e da aglomeração de cortiça para a produção de rolhas, assegurando ainda a gestão dos recursos humanos e materiais, de acordo com as especificações técnicas e normas de boas práticas aplicáveis.

Cumpre-nos ainda realçar que a criação destes dois novos perfis profissionais e os respetivos referenciais de formação mereceram o aval prévio da Associação Portuguesa de Cortiça (Apcor).

Refira-se que estes referenciais propõem-se qualificar recursos humanos para as funções que têm evidenciado uma grande procura de pessoal por parte das empresas do setor, quer junto dos Serviços de Emprego do Centro de Emprego e Formação de Entre Douro e Vouga, quer de pedidos diretamente dirigidos a este Centro de Formação.

Esta necessidade encontra-se sustentada no “Levantamento de Necessidades de Formação 2016” realizado recentemente pelo Cincork, através da aplicação de um questionário às empresas da indústria, com o intuito de antecipar as necessidades ao nível das competências críticas e propor intervenções ao nível da formação profissional, para a globalidade do setor e para as especificidades dos seus subsetores. Deste trabalho resultou a adesão de diversas empresas a receberem formandos que frequentem cursos destes dois novos perfis profissionais para o desenvolvimento de formação prática em contexto de trabalho, corroborando, desta forma, a relevância atribuída aos mesmos.

Colaboração Diretor do Cincork, Rui Cardoso

info@apcor.pt

Contacte-nos

Not readable? Change text. captcha txt

Start typing and press Enter to search