Olimpcork – Cortiças, S.A.

Home / Entrevistas associados / Olimpcork – Cortiças, S.A.

Olimpcork – Cortiças, S.A.

” A sustentabilidade do Montado é a mais-valia nacional que devemos preservar, cuidar e respeitar”, Olímpio Conceição, administrador da Olimpcork – Cortiças, S.A.

A Olimpcork – Cortiças, SA. nasceu em 2002 quando juntou na administração da empresa Olímpio Conceição, a esposa, Maria Odete, e os dois filhos, Luís Miguel e Paulo Conceição. Mas desde a década de 90 que a empresa já estava no mercado. Começou por ser em nome individual – na altura no nome de Maria Odete -, por se constituir numa fábrica em São João de Ver, e por contar com apenas quatro colaboradores. “Eu não conhecia nada do sector, sempre estive muito dedicada à família, mas o meu marido quis avançar com o negócio e eu vim ajudar naquilo que estava ao meu alcance”, recorda Maria Odete, lembrando, ainda, que diariamente dedica o seu esforço à empresa. “Eu gosto muito da cortiça e aprendi muito. Um bom administrador é aquele que conhece muito bem o seu negócio”, refere a empresária. Olímpio já trabalhava no sector desde os 14 anos e, ao longo do tempo, foi aumentando o seu conhecimento. Mas a área florestal foi aquela a que se dedicou mais afincadamente. “O meu tempo sempre foi passado muito no sul do país, na floresta, o que me permitiu adquirir muitos conhecimentos sobre o montado, o sobreiro, a cortiça, enquanto matéria-prima”, refere o empresário.

Em 2000, com o evoluir do negócio, avançaram para as novas instalações, agora em Santa Maria de Lamas, para dois anos mais tarde criarem a Olimpcork – Cortiças, S.A., agora com o apoio dos dois filhos que agarraram o sonho dos pais para fazê-lo crescer. Nos dias de hoje contam com 10 trabalhadores que se dedicam à preparação da cortiça e à produção de rolhas naturais de qualidade. “A nossa principal actividade é a comercialização de cortiça não descurando a parte da produção de rolhas naturais”, regista Luís Miguel. Por isso, nos meses da tiradia, que ocorre entre Maio e Agosto, o número de trabalhadores que têm a seu cargo mais que quintuplica.“Na altura da tiradia, o nosso trabalho aumenta consideravelmente, pelo que conduzimos equipas de tiradores em várias herdades para extrair a cortiça.São mais de 50 pessoas a nosso cargo”, explica Olímpio Conceição. É no Alentejo, num estaleiro, que a cortiça é armazenada para depois ser comercializada em bruto, essencialmente no mercado nacional.

Desde 2006, que a Olimpcork – Cortiças, S.A. se inscreveu no Systecode (sistema de certificação das empresas mediante o Código Internacional das Práticas Rolheiras), nas actividades “Cozedura”, “Preparaçao” e “Transformação”. “Esta certificação é um guia e uma ajuda para a empresa e permite-lhe atingir, com maior rapidez, os objetivos desejados”, refere Luís Miguel. E continua: “as medidas preconizadas permitem melhorar o processo e dar mais garantias do produto que fabricamos. A rolha de cortiça é um produto que está em contacto com um alimento que é o vinho e, por isso, tem de ser produzida com todo o cuidado e dedicação.” Como exemplo das melhorias implementadas referem as paletes de inox que foram adquirindo ao longo do tempo, bem como a melhoria do espaço da fábrica em Santa Maria de Lamas e a aquisição de diversa maquinaria.

Mais informação sobre a cortiça

Quanto ao papel da APCOR no sector, os administradores da Olimpcork – Cortiças, S.A. são unanimes a referir que “as várias campanhas de comunicação da cortiça no mundo têm ajudado ao reconhecimento deste produto que era desvalorizado.” E reforçam: “sem dúvida hoje o mundo tem um maior conhecimento da cortiça e das rolhas de cortiça, associando-a, ainda, a Portugal.” Outro dado que na opinião dos empresários permite este reconhecimento é o “facto do Sobreiro Assobiador ter sido eleito a árvore europeia de 2018. É, sem dúvida, um factor importante para a preservação e respeito do montado nacional.” A informação que a associação faz chegar à empresa em diversas áreas é, também, um ponto positivo que apontam. Como melhorias sectoriais, os empresários registam o trabalho que ainda pode ser levado a cabo no montado e contam com a APCOR para estar atenta a esta área fundamental para a sustentabilidade de todo o sector.

In, Notícias APCOR Janeiro, Fevereiro, Março 2018

Associado nr.284

Contato: Olimpcork – Cortiças, S.A.

Contacte-nos

Não legível? Mude o texto. captcha txt

Começe a escrever e pressione Enter para procurar