Premier Quality Assurance, S.A.

Home / Entrevistas associados / Premier Quality Assurance, S.A.

Premier Quality Assurance, S.A.

“A satisfação dos clientes é a nossa principal preocupação” – Manuel Marques, gerente da Premier Quality Assurance, S.A.

A Premier Quality Assurance, S.A. é uma empresa que nasceu em 1999 para dar resposta a um desafio da reconhecida marca americana Gallo. Dedica-se à prestação de serviços na área do controlo de rolhas de cortiça, realizando ensaios de cromatografia e sensoriais, com forte incidência para o TCA (2,4,6-Tricloroanisol) e, ainda, na matéria-prima.

Manuel Marques, o seu fundador e gerente, já trabalhava no sector na área comercial e, durante anos, foi adquirindo experiência e conhecimento fundamentais para se lançar no negócio próprio. “Esta empresa nasceu da necessidade que este importador de rolhas sentiu, na medida em que estava a ter alguns problemas visuais e sensoriais com os produtos que recebia no mercado”, explica Manuel Marques. E continua: “durante cinco anos tivemos um contrato de exclusividade com o G3 e o objectivo foi ajuda-los a solucionar os problemas que estavam a afectar as rolhas que adquiriam.” Findo este tempo tiveram a oportunidade de alargar a sua carteira de clientes, que nos dias de hoje são mais de 200 em todo o mundo – EUA, França, Espanha, Alemanha, Itália, Chile e Austrália.

Situada na Zona Industrial de Rio Meão, a sua casa desde sempre, já contou com quatro colaboradores, logo no início, mas foi crescendo até que hoje são nove os funcionários que compõem a empresa. Em 2001, e com o objectivo de continuamente responder às necessidades dos clientes, a Premier Quality Assurance, S.A.avançou para a certificação do sistema de gestão de qualidade com a norma ISO: 9001, 2008.

O gestor refere que “acima de tudo temos de ter o cliente satisfeito. Não basta vender as rolhas. O serviço pós-venda, a contínua boa relação, a confiança, é fundamental para qualquer empresa.”

APCOR é a voz do sector

Manuel Marques é da opinião que todas as empresas de cortiça deveriam ser associadas da APCOR. “Para além da ajuda que a associação pode dar em áreas diversas, como a fiscal ou laboral, acima de tudo reconheço o papel da APCOR como representante nacional e internacional do sector, assumindo a voz de todas as empresas”, afirma.

E continua: “principalmente a nível internacional o trabalho de comunicação e marketing que a APCOR tem desenvolvido tem-se demonstrado fundamental para informar os nossos clientes sobre as características e vantagens da cortiça.” Manuel Marques refere que para completar o trabalho desenvolvido “é necessário que as caves coloquem a identificação do vedante no rótulo da garrafa.” “Estamos a caminhar para um mundo mais verde, mais ecológico, e a cortiça, ao contrário dos seus concorrentes – plástico e alumínio – encaixa perfeitamente neste paradigma”, afirma.

Para além da parte ambiental, o gerente considera que é necessário continuar a olhar para a qualidade e todas as iniciativas que forem desenvolvidas neste sentido serão bem-vindas. “Fazemos hoje muito melhor do que fazíamos há um tempo atrás, mas infelizmente ainda surgem algumas excepções que comprometem todo o sector e, por isso, temos de continuar a trabalhar para assegurar a qualidade”, alerta Manuel Marques. “A aposta nas mais recentes tecnologias de detecção individual são um exemplo”, refere. E conclui: “este sector tem tudo para ter um futuro promissor, temos é de continuar a ouvir os clientes e a assegurar que eles ficam satisfeitos.”

In, Notícias APCOR Outubro, Novembro, Dezembro 2016

Associado nr.242

Contacto: Premier Quality Assurance S.A.

Contacte-nos

Não legível? Mude o texto. captcha txt

Começe a escrever e pressione Enter para procurar